Porque o porco virou cofre? Entenda a Origem

O design do cofre na forma de um porco, carinhosamente chamado de “porquinho” sempre gera curiosidade. Eles estão em toda parte, nossos pais nos ensinaram a economizar dinheiro com ele, desde que éramos pequenos, e eles tornaram-se sinônimo de economia e poupança.

Mas afinal por que um porco? Porque este animal que é considerado imundo, inclusive muitas religiões banalizam até a sua ingestão? Você sabe que aqui estão algumas hipóteses que explicam por que o porco era o melhor amigo de nossos tostões.

Nosso amado Porquinho

A declaração mais famosa é o fato de que os animais tornaram-se sinônimo de poupar dinheiro, fora em meados do século 16. Neste momento, os utensílios domésticos comercializados na Europa estavam em desvantagem financeira com o valo do metal caro, os utensílios eram fabricados de um tipo de barro, de cor laranja, com o valor mais barato. Esta argila foi chamado de “barro porco” ou apenas “porco”. Com o tempo, o hábito de guardar as moedas em potes com esse tipo de material foi dado um nome correlativo ao “banco de porco”.

É dito que um inglês menos familiarizado com o termo, recebeu um pedido de um pote de barro ou “pote de porco” e entendeu que deveria confeccionar um cofre em formato de porco. Séculos mais tarde, o nome deste pequeno cofre foi “porquinho”.

Outra vertente dessa história (ou uma história,…) da o mérito do famoso cofre de porco, ao engenheiro francês Sebastian La Pestre, que viveu em meados do n século 19 e, calculou que  em dez anos, uma porca poderia produzir algo em torno de seis milhões de filhotes, o que representava lucros para as famílias de camponeses que foram capazes de vender os porcos, e para guardar as moedas.

Outra hipótese, a relação com o ano do calendário Chinês é o ano da abundância o ano do porco. A hipótese gira em torno da idéia de que o capitalismo, buscando simbolizar as vantagens dessa crença, criou o cofrinho na forma de um porco, “fortuna” para aqueles que a têm.

Outras opções mais seguras para guardar seu dinheiro além do Porquinho

O cofre de  porquinho é o mais tradicional e bonito, ele não é o mais seguro nem de longe, e também isso não é resistente aquele primo ou irmão que quer fazer uma brincadeira para obter a seus poucos centavos.

Se você quiser economizar dinheiro e ainda mantê-lo seguro, algumas das opções profissionais de cofres existem para as suas necessidades.

Para armazenar pequenos valores de existem empresas que oferecem algumas excelentes cofres, como por exemplo, o porta valores e o mini cofrinhos que ja vem com  uma chave para a sua abertura, e a estrutura é completamente segura. O cofre tomada já se torna incrivelmente segura pois está totalmente disfarçada como uma tomada de energia, o que torna discreto, e com toda a absoluta certeza manterá as economias mais seguras e o melhor sem alguém saber se é uma tomada ou um cofre.